Varal de Limeriques

O “Varal de Limeriques” foi uma linda apresentação dos nossos alunos do 1º ano Fundamental ao Infantil II.

Limeriques são poemas curtos, geralmente sobre coisas ou situações engraçadas. Eles têm cinco versos, nos quais a primeira, a segunda e a quinta linhas terminam com a mesma rima. O terceiro e o quarto verso rimam entre si, seguindo o esquema AABBA (A=1ª, 2ª,5ª e B= 3ª, 4ª).

Escrever limeriques é uma gostosa brincadeira, você só precisa imaginar uma situação, selecionar as rimas e contar a ‘historinha’, seguindo o esquema acima. Depois que pegar o jeito, não vai mais querer parar.

Veja algumas produções dos nossos alunos do 1º ano do Ensino Fundamental I

– Era uma bruxa/Que era amiga da Xuxa/ Dava risada/ E muita Gargalhada/ Aquela horrível bruxa. (Beatriz Buna e Miguel Medeiros, 1º ano A, unidade Renascença)

– Existia o Tomáz/ Ele era um bom rapaz/ Caiu sobre um leão/ Que tinha um avião/ Azarado Tomáz. (Davi Falcão e Ana Júlia Fontenele, 1º ano C, unidade Renascença)

-Havia uma menina engraçada/ Que gostava de fazer palhaçada/ Ela estava entrando no cemitério/ Tinha um mistério/ Saiu correndo atrapalhada. (Maria Eduarda e Marcos, 1o ano A, unidade Calhau)

-O menino foi pro hospital/ E mandou a mãe para o tribunal/ E foi se preparando pro evento/ E foi se recuperando do momento/ Porque estava muito sentimental. (Maria e Sophia, 1o ano D, unidade Calhau)

Unidade Calhau

Unidade Renascença